Regiões da França

Vale do Loire – O Jardim da França

publicado em
29.7.2019 3:08 AM
por
Adriana Leal

Duração 12h

Visita de três castelos (Amboise, les Clos Lucé, Chenonceau ou Chambord)

Esta região no sudoeste de Paris toma seu nome do mais longo rio da França, o Loire. Durante o período do Renascimento, o Vale do Loire foi o lugar favorito dos reis da França e sua corte, que nos deixaram numerosos castelos de uma admirável elegância de arquitetura. Arte e história se misturam com a doçura de vida neste lugar chamado de Jardim da França. O castelo de Amboise é o resultado de sucessivas construções militares desde o século II, por conta de sua elevação e localização estratégica na região do Loire. Foi Carlos VIII quem transformou o local em um incontestável castelo real, já sob influência de diversos artistas italianos. Carlos VIII ali morreu batendo a cabeça na parede durante um jogo de palma (“jeu de paume”). Após a regência do seu primo Luís XII, Francisco 1°, que passou sua infância em Amboise, sobe ao poder. Mais tarde ele traz Leonardo da Vinci para introduzir o renascimento das artes francesas. O mestre italiano vive seus últimos dias no Clos Lucé, pequeno castelo vizinho ao castelo real, hoje um museu dedicado à restituição da vida de Da Vinci no local. Dizem que o desenho do castelo de Chambord, edificado pelo Rei Francisco 1° no século XVI, foi fortemente influenciado pela chegada de Leonardo Da Vinci. Após o término da construção (séc. XVI) os reis não chegaram a usar o castelo muito tempo, sendo então utilizado por outros nobres e militares.O castelo de Chenonceau (séc. XVI), também conhecido como Castelo das Sete Damas, foi ocupado pelas rainhas e amantes dos reis na época do Renascimento, entre elas, Catarina de Médicis, Diana de Poitiers (amante de Henrique II) e a viúva de Henrique III, levando-o a ser denominado como tal. A ala construída sobre o rio Cher (afluente do Loire) possui um incontestável peso histórico e oferece um magnífica composição de arquitetura e água. Propriedade da Coroa e, posteriormente, residência real, o Castelo de Chenonceau, um dos mais famosos Castelos do Loire, é o testemunho de uma arte de viver requintada, pela sua conceção original, riqueza das suas coleções, mobiliário e decoração, bem como pelo seu destino, uma vez que foi amado, administrado e protegido por mulheres fora do comum, que marcaram a História.

Todos os passeios são privativos e realizados por motorista intérprete brasileiro. Pegamos e deixamos no hotel em Paris. Ingressos não inclusos e a visita dentro dos monumentos é livre, sem acompanhamento.

Agende Seu Traslado Hoje
Não perca tempo e agende seu traslado com antecedência
quero agendar